Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player


Entrevista com Karl Weber

Data do artigo: 2004-10-20 Autor: Entrevista sobre Criação de Canários por Amadeo Sigismondi

Foi com muito prazer que fui incumbido de entrevistá-lo, a pedido de Tarcísio Moura, presidente da AVO (Associação Videirense de Ornitologia), para a publicação na revista anual da Associação.

Amadeo Sigismondi: Como primeira pergunta, gostaria de saber como apareceram os canários Cobalto em sua criação, se foi por mutação ou seleção:

Karl - Werner Weber - Visitando uma exposição de aves, aqui na Alemanha, verifiquei que entre canários cobre, havia um com uma aparência completamente diferente. Fiquei curioso e perguntei se aquela ave havia recebido algum corante diferente. O criador me respondeu que não havia recebido tratamento diferente das outras então a comprei. Na criação com aquela ave, somente obtive filhotes que se pareciam com os cobre normais. No ano seguinte consegui, com este pássaro, somente um filhote com aquela característica.
Foi daí que se iniciou a seleção dos exemplares Cobalto que existem hoje.

Sigismondi: Esta mutação também apareceu na criação do senhor Marcus Bergholt, ou ele criou com seus canários?

Karl - Werner Weber - O Marcus Bergholt é um amigo, que foi o primeiro a receber pássaros de minha criação. Todos os seus cobaltos são de minha criação.

Sigismondi: O senhor diz no artigo de Fritz Heiler, que conhece os Cobaltos no ninho, pois se parecem com filhotes de ágata. De que maneira se parecem?

Karl - Werner Weber - Os pássaros Cobalto são fáceis de se reconhecer no ninho, com seis a oito dias, pois são mais escuros que os clássicos. Eles não se parecem com Ágatas. Isto foi um engano, foi entendido de forma errada no artigo.

Sigismondi: Já fez cruzamento de Cobalto com ágata? Sendo que nos Ágatas há um efeito de redução de oxidação, o Cobalto teria influencia no ventre dos ágatas Cobalto?

Karl - Werner Weber - Tenho Canários Cobalto em Ágata e canela. Estes também são mais escuros que os normais, principalmente no peito e ventre

Sigismondi: O senhor já tem exemplares do Ônix Cobalto? E exemplares de Cobalto com fator ótico azul? Poderia descrever os dois?

Karl - Werner Weber - O Ônix Cobalto ainda não tenho, porém o Cobre Mosaico Cobalto com fator ótico azul é um pássaro maravilhoso. Os pássaros têm aparência cinza azulada quando filhotes.

Ele é todo escuro, não tem nada de branco, tudo é cinza escuro recoberto de melanina. Também em melanina pastel, o pássaro tem a superfície mais escura.

Apresentei um Cobre Mosaico Cobalto em Amiens, França, por ocasião, do Campeonato Mundial que fez muito sucesso.

Sigismondi: Falando de genética do Cobalto, o Sr. Fritz Heiler, em seu artigo, diz que é uma mutação de adição. Já tentou alguma hibridização. Poderia falar sobre isso?

Karl - Werner Weber - O fator Cobalto se transmite hereditariamente e é um fator livre recessivo. Fritz Heiler escreve sobre uma mutação plus, visto que todas as mutações até agora foram de redução na melanina. Somente a mutação Cobalto mostra, pela primeira vez, uma intensificação (escurecimento) na melanina. Nunca fiz experiências de hibridação com os Cobalto, mas acho que isso seria muito interessante.

Sigismondi: Ainda sobre hibridização, o Negrito da Bolívia, sendo um pássaro negro, com somente amarelo nas asas e ventre, o senhor acredita que cruzando com Cobalto poderia chegar ao pássaro totalmente negro?

Karl - Werner Weber - Com já disse, nunca tentei hibridização com o Cobalto. Eu creio que o acasalamento com Ônix, teríamos aves muito escuras, mas não negras e sim cinza-escuras.

Sigismondi: O Cobalto já é uma realidade. Como está o estudo para oficializar esta cor junto à COM (Confederação Ornitológica Mundial)?

Karl - Werner Weber - De acordo com a COM, o Cobalto tem que ser apresentado e liberado primeiramente pela Confederação Alemã, e em seguida, por três anos na COM, antes de ser oficializado. Acredito que isto demore ainda uns quatro ou cinco anos.

Espero ter respondido a todas a perguntas de acordo com suas expectativas.

Fonte: Amadeo Sigismondi Filho ( voltar ao topo )

Voltar aos artigos

OBRIGADO PELA VISITA! TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © CANARIL MOURA