Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player


O Exemplo dos Pássaros

Data do artigo: 2009-06-16 Autor: Ricardo Drechmer

Acreditamos que um dos mais belos exemplos que o ser humano pode aprender diz respeito à perseverança de um pássaro diante dos problemas.

Quando começa a construir seu ninho, passa dias recolhendo materiais, às vezes de locais distantes e quando já está tudo pronto para o início da postura, um problema climático, ou a ação do homem, ou de algum animal destrói tudo. O pássaro desanima? Abandona a tarefa? De maneira alguma. Começa tudo outra vez, até que apareçam os primeiros ovos. Muitas vezes, antes dos filhotes nascerem, um animal, uma criança, uma tempestade, algo qualquer volta a destruir o ninho, mas agora com seu precioso conteúdo. Dói recomeçar, mas ainda assim o pássaro não emudece, nem retrocede, segue cantando e construindo, construindo e cantando...

E você? Já sentiu que sua vida, seu trabalho, sua família, seus amigos não são o que você sonhou? Tem vontade de dizer basta, não vale apena tentar outra vez? Está cansado de recomeçar, do desgaste da luta diária, da confiança traída, das metas não alcançadas quando estava a ponto de conseguir seu objetivo? Mesmo que a vida golpeie mais uma vez, não se entregue nunca. Coloque sua esperança na frente e avance. Não se preocupe se na batalha seja ferido, é esperado que algo assim aconteça. Junte os pedaços de sua esperança, arme-a de novo e volte a ir em frente, mesmo que seu “ninho” venha a ser destruído por várias vezes. Faça como o pássaro, nunca desista. Recomece seu labor, junte novos “gravetos”. Não deixe que as “enxurradas” da vida, as adversidades, a oposição e as pressões o façam desistir da carreira pela vida.

Com satisfação, podemos afirmar que todos que se dedicam à criação de pássaros acreditam no reinício que cada dia representa e que a perseverança leva à melhoria contínua.

Fonte: Ricardo Drechmer ( voltar ao topo )

Voltar aos artigos

OBRIGADO PELA VISITA! TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © CANARIL MOURA